• Sem contraindicações
  • Sem riscos a saúde em caso de superdosagem
  • Ausência total de toxidez

Facilita o parto das fêmeas

Facilita o parto

INDICAÇÕES

  • Facilita o parto

  • Promove a dilatação do colo uterino

  • Estimula as contrações uterinas 

  • Acalma a fêmea na hora do parto

  • Favorece a posição fetal

Pró-Parto
Por: R$0,00
ou 0x de R$0,00 sem juros no cartão
Facilita o parto
Clique aqui e use nossa calculadora para descobrir a quantidade necessária para tratar seu animal.
Calcule a quantidade de Pró-Parto para tratar seu pet.
 

Para que serve?

Auxilia o trabalho de parto.

  • Favorece a posição fetal, a dilatação do colo uterino, estimula as contrações e reduz a ansiedade das fêmeas.
  • No pós parto, promove a limpeza e regressão uterina.
MODO DE USAR

Indicações:

Produto homeopático indicado para auxiliar o trabalho parto das fêmeas.

Favorece a posição fetal e a dilatação do colo uterino; Estimula as contrações uterinas e reduz a ansiedade das fêmeas. No pós parto, promove a limpeza e regressão uterina.

Posologia e Modo de Usar:

Solução hidro alcoólica

O produto pode ser administrado diretamente na mucosa oral, na água de bebida ou no alimento do animal.

  • Na mucosa oral: expor a parte interna da bochecha (mucosa bucal) e dirigir as borrifadas sobre ela, facilitando o contato direto do medicamento.
  • Na água de bebida: colocar as doses total do dia indicadas de acordo com o porte do animal na água de bebida.
  • No alimento: sobre os alimentos (rações, leite, etc), borrifando o produto imediatamente antes de oferecer o alimento ao animal.

Doses padrão:

  • Cadelas de pequeno porte: 01 borrifada.
  • Cadelas de médio porte: 02 borrifadas.
  • Cadelas grande porte: 03 borrifadas.
  • Gatas: 01 borrifada.

Nas últimas 4 semanas ANTES do Parto, proceder da seguinte forma:

  • 4a semana: dar 01 dose padrão 1 vez ao dia.
  • 3a semana: dar 01 dose padrão 1 vez ao dia.
  • 2a semana: dar 01 dose padrão 2 vezes por dia.
  • SEMANA do PARTO: dar 01 dose padrão 3 vezes ao dia.
  • DIA do PARTO: colocar 03 doses padrão em um copo d’água filtrada (200mL) e fornecer com auxílio de um conta gotas:
  • Cadelas: 20 gotas da solução preparada no copo a cada 30 minutos.
  • Gatas: 20 gotas da solução preparada no copo a cada 30 minutos.

Nos partos laboriosos administrar estas doses, de 30 em 30 minutos ou até de 10 em 10 minutos, conforme a necessidade ou orientação de um Médico Veterinário.

Precauções:

Armazenar o produto em temperatura ambiente, ao abrigo do sol e calor (fogão). Manter sempre afastado de fontes de radiações eletromagnéticas (rádio, telefone, microondas, etc) bem como de produtos químicos (alvejantes, desinfetantes, etc).

ContraIndicações:

Sem contraindicações. Não oferece riscos à saúde em caso de superdosagem. Em caso de dúvidas consulte um Médico Veterinário ou o departamento técnico da Real H pelo email sac@realh.com.br

Apresentação:

Frasco de 30 ml.

CASOS DE SUCESSO

PROBLEMA: RETENÇÃO de OVOS em JABUTI

Nome:  Lola. 8 anos, fêmea     

Espécie: C. carbonária    

Nome Popular: Jabuti Piranga

Veterinário Resp.: Dra Thaisa Gentil Russo Pardini (CRMV/SP – 29.154)

Local:  Clínica Pets & Selvagens - Americana/SP

Histórico:

Em 25 de Outubro de 2014, o animal realizou a postura de um ovo. Como não ocorreu a postura de mais ovos, o jabuti foi levado a uma clínica veterinária de cães e gatos, onde foi prescrito Camomila e Lactopurga por 5 dias. Com o tratamento prescrito o animal não apresentou melhora.

Foi realizado exame radiográfico, sendo constatada a presença de 11 ovos sendo que dois apresentavam má formação na casca.

Caso Pró-Parto - 1

Após o exame, o animal foi encaminhado para a Clínica Veterinária Pets & Selvagens.

Em 03/11/14, foi avaliado pela Dra. Thaisa.  A anamnese revelou que a alimentação do animal estava incorreta (para a espécie). No exame clínico foi constatado, além da retenção dos ovos, paresia (disfunção ou interrupção dos movimentos) dos membros pélvicos por compressão dos nervos motores e retenção de fezes, esta, provavelmente, relacionada a má alimentação. Foi feita uma aplicação de Ocitocina, o proprietário foi orientado quanto à alimentação adequada do animal e decidiu levá-lo para casa.

Após quatro dias (07/11/14), como a Jabuti não apresentava melhoras e não conseguia expelir os ovos, foi internada e iniciou um tratamento aconselhado para a espécie: banhos de sol diários e dieta adequada.

Após essas alterações em sua rotina, o animal voltou a ter mais disposição, a urinar e defecar normalmente.

Em 11 de novembro, foi iniciado o uso do Homeo Pet Pró-Parto, adicionado 3 borrifadas do produto na água de bebida uma vez ao dia.

Evolução:

Seis dias após, dia 17 de novembro, a jaboti começou a apresentar aumento de volume na região da cloaca e por volta das 09h30, ocorreu a postura do primeiro ovo (fig. 02).

O fornecimento do Homeo Pet Pró-Parto foi intensificado sendo administrado direto na boca do animal com intervalo de 2 horas. Por volta das 14h, houve a postura do segundo ovo.

A veterinária resolveu aplicar Ocitocina para acelerar a postura.

O animal postou o restante dos ovos em 30 minutos. Os dois ovos que, no Raio-X apresentavam má formação, foram expulsos juntos e quebraram assim que entraram em contato com o solo.      

Caso Pró-Parto - 3

Conclusão:

Os resultados obtidos permitem concluir que o Homeo Pet Pró-Parto foi, não só capaz de preparar a fêmea como também desencadear a postura dos ovos de uma forma fisiológica, pois com apenas seis dias de uso do produto a fêmea começou a depositar os ovos.

O uso da ocitocina na segunda tentativa foi eficaz, ao acelerar a postura que já fora iniciada pelo Homeo Pet Pró-Parto, porém, como o animal já havia tomado o mesmo hormônio anteriormente, e este não apresentou efeito positivo, pode-se inferir que ação revelada na segunda aplicação, foi frutífera, devido à ação preparatória do Homeo Pet Pró-Parto.

O Homeo Pet Pró Parto é um grande aliado da fisiologia do ante-parto e do pós-parto.

VANTAGENS DO USO

As fêmeas exibem sinais clássicos quando estão para parir. Nos casos de cadelas e gatas, a temperatura corporal da cadela sobe, já a da gata desce. Nas duas, aumenta a secreção de leite, ocorre corrimento vaginal e elas podem até recusar comida, o que as torna agitadas e nervosas.

Antes do parto é importante que a fêmea tenha a oportunidade de fazer exercício, como uma boa caminhada, em que consiga urinar e defecar.

A gestação e cuidados para o parto

Nas duas espécies, a gestação demora aproximadamente 60 dias. Cerca de 10 dias antes da data prevista para o nascimento, o dono deve providenciar uma caixa que sirva de “maternidade”, em que a cadela possa ficar confortável, mas que as paredes tenham uma altura que impeça a saída dos filhotes. A caixa precisa ser colocada em um local coberto e tranquilo.

Um ótimo material para forrar a caixa é o jornal. Ele funciona como absorvente natural, e ainda é rasgado com facilidade para a cadela fazer pequenas camas. Toalhas e panos também podem ser usados, mas demandam mais cuidados, pois precisam ser lavados com frequência.

Assim que as primeiras contrações aparecerem, a futura mamãe deitará e deve ser deixada só. Se a cadela ou a gata não escolheu a caixa para dar a luz, não há muito que fazer. Tirá-la da onde estiver pode causar sérios riscos ao nascimento dos filhotes, já que ela ficará mais nervosa.

A principal dica é: deixe a natureza agir.

Porém, fique atento, pois os riscos de complicações na hora do parto são frequentes.

  • As distocias em gatas e cadelas tem uma prevalência de 5% a 6%. Em animais de raças puras essa incidência aumenta, chegando 18% em gatos Devon Rex e 100% em Bulldogs

O estresse fetal e a hipóxia durante o parto levam a morte de filhotes na primeira semana após o parto, 12,8% dos filhotes de cães podem morrer nesse período e para os filhotes de gatos este numero é ainda maior chegando a 65% dos filhotes de gato.

71% das gatas que tiveram um episódios de dificuldades no parto tendem a repetir em outras gestações

Principais causas de distocias em cães e gatos:

  • Inércia uterina – diminuição ou ausência de contração uterina;
  • Posicionamento fetal inadequado.
  • Uma ansiedade excessiva da fêmea pode interferir no trabalho de parto.

O Homeopet Pró-Parto é indicado para reduzir a ansiedade da fêmea e também atua nas principais causas de distocias, ESTIMULANDO a contração uterina e quando utilizado A PARTIR DOS 30 DIAS de gestação favorece o posicionamento fetal, qualquer movimentação estranha, chame o médico veterinário.

Homeopatia para cadelas e gatas prenhas

Como já dissemos, a fêmea fica ansiosa e isso pode atrapalhar na hora de expulsar os filhotes. O Pró-Parto diminui a ansiedade e agressividade normal ao trabalho de parto, fazendo com que o processo seja mais tranquilo e natural. Ele também faz com que o filhote fique na posição fetal, aumenta a dilatação do colo e as contrações uterinas.

A homeopatia trata das causas da ansiedade, sendo um meio natural e não invasivo de ajudar sua fêmea na hora do parto. Consulte o médico veterinário para saber a dosagem correta

DÚVIDAS

Quando eu devo iniciar o uso do Pró-Parto?

O ideal é começar a utilizar o Pró-Parto com cerca de 30 dias de gestação, para prevenir problemas no parto e preparar a mãe e os filhotes para o parto.

Descrição

Detalhes

Auxilia o trabalho de parto.

  • Favorece a posição fetal, a dilatação do colo uterino, estimula as contrações e reduz a ansiedade das fêmeas.
  • No pós parto, promove a limpeza e regressão uterina.
Informação Adicional

Informação Adicional

Título Facilita o parto das fêmeas
Sub-título Facilita o parto
Nº de parcelas 0
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Novidades

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo e novidades.