• Sem contraindicações
  • Sem riscos a saúde em caso de superdosagem
  • Ausência total de toxidez

Tratamento da epilepsia

Controla a epilepsia em suas diversas manifestações em cães, gatos e animais de companhia

INDICAÇÕES

  • Grande mal

  • Pequeno mal 

  • Mal epilético

  • Equivalente Epilético

  • Convulsão canina 

Epi Control
Por: R$59,48
ou 6x de R$9,91 sem juros no cartão
Controla a epilepsia em suas diversas manifestações em cães, gatos e animais de companhia
Calcule a quantidade de Epi Control para tratar seu pet.
 

Para que serve?

Produto homeopático indicado para o tratamento da Epilepsia em suas diversas manifestações (Grande Mal, Pequeno Mal, Equivalente Epilético e Mal Epilético) de cães, gatos e animais de companhia.
MODO DE USAR

Indicações:

Produto homeopático para auxiliar no tratamento da epilepsia em suas diversas manifestações em cães, gatos e animais de companhia. 

Doses padrão:

  • Cães de pequeno porte 01 borrifada, 03 vezes ao dia.
  • Cães de médio porte 02 borrifadas, 03 vezes ao dia.
  • Cães de grande porte 03 borrifadas, 03 vezes ao dia.
  • Gatos 01 borrifada, 03 vezes ao dia.

Posologia e Modo de Usar:

Solução hidro alcoólica

O produto pode ser administrado diretamente na mucosa oral Uso oral, na água de bebida ou no alimento do animal.

  • Na mucosa oral: expor a parte interna da bochecha (mucosa bucal) e dirigir as borrifadas sobre ela, facilitando o contato direto do medicamento.
  • Na água de bebida: colocar as doses total do dia indicadas de acordo com o porte do animal na água de bebida.
  • No alimento: sobre os alimentos (rações, leite, etc), borrifando o produto imediatamente antes de oferecer o alimento ao animal.

Precauções:

Armazenar o produto em temperatura ambiente, ao abrigo do sol e calor (fogão). Manter sempre afastado de fontes de radiações eletromagnéticas (rádio, telefone, microondas, etc) bem como de produtos químicos (alvejantes, desinfetantes, etc).

Contra Indicações:

Sem contraindicações. Não oferece riscos à saúde em caso de superdosagem. Em caso de dúvidas consulte um Médico Veterinário ou o departamento técnico da Real H, através do e-mail  sac@realh.com.br

Apresentação:

Frasco de 30 ml.

CASOS DE SUCESSO

Cão Lotar, raça Labrador, 9 anos, macho
Médica Veterinária: Dra. Helena Porto CRMV/RS 6082
Clínica Veterinária: Bicho Bom – São Leopoldo/RS

Histórico: Animal sofria de crises convulsivas por epilepsia a cerca de 2 anos, tratamento era a base de Fenobarbital 50 mg 1 e ½ comprimido a cada 12 horas. Mesmo com o tratamento as crises eram semanais em 29/05/2009 Foi dosado Fenobarbital sérico, bilirrubina, ALT e FA (Figura 01). Foi observado Fenobarbital circulante, porém em níveis aceitáveis. Bilirrubina e ALT estavam dentro dos valores de referencia, FA apresentava-se com valores alteração.]



 

Em 11/08/2010 foi dosado novamente fenobarbital (figura 02) que havia aumentado 22,5 mcg/ml. Teve então inicio o tratamento com o Homeo Pet Epi-Control® 3 borrifadas 3 vezes ao dia via oral, foi recomendada a diminuição gradativa nas doses do Gradenal® até que este fosse suspenso completamente.





Evolução: o protocolo sugerido continuou a ser seguido até a suspensão total do fenobarbital. Com o uso do Homeo Pet Epi-Control® as crises passaram a ser mais espaçadas, antes ocorriam em média a cada 7 dias e com o Homeo Pet normalmente acorrem a cada 15 dias e segundo a proprietária são mais brandas do que quando o animal estava em tratamento apenas com Gardenal® Após 3 meses de tratamento (27/11/10) com o Homeo Pet Epi-Control® e já sem o Gardenal® os exames foram refeitos. Não foram identificados níveis séricos de fenobarbital, ALT e Bilirrubina continuaram normais e FA que estava aumentada normalizou. 




Conclusão: O uso do medicamento alopático não estava controlando as crises de modo adequado, pois elas ocorriam com um intervalo pequeno entre uma e outra, ale disso devido a este tratamento as funções hepáticas do animal estavam comprometidas, como mostravam os valores alterados de FA.

Após o inicio do tratamento com o Homeo Pet Epi-Control® as crises ficaram mais controladas, ocorrendo com um intervalo maior de tempo entre uma crise e a outra além terem se tornado mais brandas. Verificou-se também correção em parâmetros bioquímicos, demonstrando a melhora progressiva da saúde do animal, assim sem o uso de medicação alopática as funções hepáticas normalizaram a FA que no inicio estava em 239,08 UI/L (limite máximo é de 150 UI/L) diminuíram para 143,7 UI/L. O HomeoPet EPI-CONTROL cumpriu sua missão, controlando as crises de Epilepsia.

 

VANTAGENS DO USO

Assim como no ser humano os animais também podem sofrer com as crises convulsivas e a Epilepsia.

Convulsão canina

Convulsões caninas são muito comuns devido à fragilidade dos sistemas cerebrais e da dificuldade que têm em controlar as emoções. Como muitas vezes a origem desse problema vem de traumas, estresse e diversos fatores psicológicos, os tratamentos que conseguem trabalhar os impulsos do cérebro são os mais indicados.

Como ainda não existem exames que detectam possíveis crises de convulsões, é preciso estar sempre atento à saúde de seu cão. Qualquer susto, agitação ou sensação muito exaltada pode desencadeá-las. Manter a calma é o primeiro passo durante os espasmos, desde os mais leves, que podem ser percebidos quando os cães alteram o comportamento, ou até os mais dramáticos, em que os cachorros começam a tremer, babar ou cai ficando paralisado.

O Epi Control podem não só tratar esses sintomas, como principalmente atuar diretamente nas causas, deixando seu cachorro livre das convulsões.

Convulsão x Epilepsia

Existe uma diferença básica entre a convulsão e a epilepsia: a convulsão é uma descarga elétrica repentina no sistema nervoso.

A epilepsia é a doença caracterizada por sucessivas convulsões.

Causas

Não existe uma única causa para que a epilepsia acometa seu animalzinho, mas sabe-se que ela é mais comum nos cães do que os gatos. Doenças orgânicas, virais (raiva), bacterianas, intoxicações, anomalias cerebrais (tumores), problemas na tireoide, traumatismo craniano, diabetes, parasitas, doenças renais ou hepáticas e algumas alergias (urticária), podem causar esta doença. É importante lembrar que traumasestresse e fatores psicológicos também são grandes causadores da doença.

Quando não é possível determinar a única causa verdadeira, caracterizamos a epilepsia como sendo uma doença idiopática.

Como ainda não existem exames que detectam possíveis crises de convulsões, é preciso estar sempre atento à saúde de seu cão. Qualquer susto, agitação ou sensação muito exaltada pode desencadeá-las. Manter a calma é o primeiro passo durante os espasmos, desde os mais leves, que podem ser percebidos quando os cães alteram o comportamento, ou até os mais dramáticos, em que os cachorros começam a tremer, babar ou cai ficando paralisado.

Sintomas da Epilepsia em cães e gatos

Pode parecer que não, mas os sintomas também variam. O animal pode simplesmente ficar mordendo o “ar” como chegar à convulsão propriamente dita, quando ele se debate e perde a consciência.

Cada crise dura, em média, de dois a três minutos. Se durar mais do que 5 minutos, procure o médico veterinário imediatamente.

O que fazer em uma convulsão em cachorro ou gato

A cena de uma convulsão em cachorro ou gato é assustadora, pois parece que aquilo nunca vai passar e é difícil saber o que fazer. Mas como em muitos casos, manter a calma, por mais difícil que seja, ainda é a melhor solução. Enumeramos algumas dicas úteis:

  • O proprietário deve, em primeiro lugar, cuidar para que seu animal não se machuque. A convulsão em cachorro ou gato não escolhe hora nem lugar, então é comum que ela apareça enquanto ele estiver descendo uma escada, por exemplo. Procure deixa-lo em um local seguro, em que não tenha perigo de bater em paredes e objetos nem cair.
  • Durante a crise, o bichinho perde a consciência, portanto não entre em pânico se após alguns minutos ele não lhe reconhecer. Vá falando com voz suave e calma para que ele volte do estado epilético em um ambiente tranquilo.
  • Deixe o ambiente com luz fraca, pois a claridade incomoda bastante nestes casos.

A homeopatia no tratamento da epilepsia

Por se tratar de uma doença neurológica, muitos acreditam que a homeopatia não terá nenhum efeito benéfico no tratamento. Engana-se quem pensa assim, pois a homeopatia trata não somente os sintomas, mas principalmente as causas da doença. Temos na homeopatia uma aliada de muito valor no tratamento da doença.

O Homeopet Epi Control pode não só tratar este problema, atuando diretamente nas causas, deixando seu cachorro livre das convulsões

DÚVIDAS

Qual o produto e a dosagem que devo usar para convulsão canina? 

Forneça para o seu animal o Homeo Pet Epi Control, este produto é indicado para o controle da epilepsia e por ser um produto totalmente homeopático não há riscos de intoxicação ou efeitos colaterais. A dose recomendada para animais de pequeno porte é de 1 borrifada, 3 vezes ao dia, para animais de médio porte 2 borrifadas, 3 vezes ao dia e para animais de grande porte 3 borrifadas, 3 vezes ao dia. Caso a convulsão canina continue, administre o medicamento no momento da crise a cada cinco minutos até que ela se recupere.

Qual o principio ativo do epi control para convulsão canina?

O Homeopet Epi Control é um produto totalmente homeopático, por isso não tem principio ativo, ele tem matérias médicas homeopáticas com a finalidade de controlar as crises convulsivas.

Os medicamentos que compõe a fórmula do Epi Control são: Cresolum; Cuprum Metallicum; Cicuta Virosa; Oenanthe Crocata. Os produtos da linha HomeoPet são totalmente homeopáticos e por isso não tem risco de intoxicação.

É possível administrar o Epi control e o Paracanis ao mesmo tempo? É necessário administrar outro medicamento para as pulgas além do Paracanis? Minha cadelinha vem tendo pulgas, mesmo com a aplicação de medicamento na pele.

Sim, você pode associar o Epi Control ao Paracanis sem nenhum problema, dê apenas um intervalo de 10 minutos entre a aplicação dos medicamentos. Apenas o Paracanis é o suficiente para o controle dos carrapatos, pulgas e vermes dos cães. Tanto o Homeo Pet Epi Control quanto o Paracanis são produtos totalmente homeopáticos e por conta disso não tem o risco de intoxicação ou efeitos colaterais.

Para que seu cão ou gato tenha uma ótima qualidade de vida, utilize o produto de maneira correta. 

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Novidades e ofertas

Cadastre-se e receba com exclusividade descontos, novidades e promoções.