Seja bem vindo! Clique aqui para se identificar ou Cadastre-se

Seja bem vindo!

Convert H Leite - saco com 20kg

Mais qualidade do leite / sólidos e menos estresse

Tratamento de fêmeas em lactação submetidas a condições estressantes

Indicações:

  • Fêmeas em lactação
  • Estresse
  • Qualidade do leite
Convert H Leite
saco com 20kg

Disponibilidade: Em estoque

Por: R$110,78
ou 6x de R$18,46 sem juros no cartão
  • Sem contraindicações
  • Sem riscos a saúde em caso de superdosagem
  • Ausência total de toxidez
Convert H Leite - saco com 20kg

Para que serve?

Indicado para o tratamento de fêmeas em lactação, submetidos a condições estressantes e suas consequências negativas sob o metabolismo e produção de leite.

Indicações

Indicado para o tratamento de animais em lactação submetidos a condições estressantes (ambiente, manejo e/ou alimentação), e suas consequências negativas sob o metabolismo e produção de leite. Pode ser fornecido para vacas, búfalas, cabras e ovelhas.
 
Misturar à ração, suplemento proteíco ou sobre os alimentos no cocho do seguinte modo: 

Vacas/Búfalas: Altas Produtoras - fornecer até 200g/cab/dia. 
 
Médias Produtoras - fornecer até 100g/cab/dia. 
 
Baixas Produtoras: fornecer até 50g/cab/dia. 
 
Novilhas em Crescimento/Gestação: fornecer até 50g/cab/dia. Preferentemente dividir a dose diária em duas vezes (manhã/tarde). Para fornecer o produto para Vacas Secas deve-se avaliar o histórico da lactação anterior do animal, conforme critério do Médico Veterinário. 
 
Ovelhas/Cabras: fornecer de 20 a 30 g/cab/dia, conforme a produção do animal. 
 

Modo de conservação e validade

Conservar em local seco e arejado, ao abrigo do sol, longe de odores fortes e de fontes com radiação eletromagnética. Assegurar-se que a mistura final fique homogênea. Manter as embalagens sempre bem fechadas após a abertura inicial. Validade de 18 meses a partir da data de fabricação.
 

ContraIndicações

Não existem. Em caso de dúvidas consulte um Médico Veterinário ou a Real H.

Apresentação

Sacos de 20kg.

Situações de estresse são comuns em vacas leiteiras têm sérios efeitos negativos sobra a sua saúde, produtividade e conforto. O impacto do estresse nos animais de produção pode ser entendido considerando-se três diferentes componentes: a percepção do animal quanto à origem do estresse, a sua resposta fisiológica e as consequências de longo prazo da resposta do animal.

Com relação à origem do estresse deve-se lembrar de que o mais importante é a percepção do animal e não necessariamente a natureza da causa do estresse. Um exemplo disto é a simples mudança de uma vaca para um local estranho pode ser suficiente para desencadear reações no animal. Um exemplo bastante comum do efeito do estresse em vacas leiteiras ocorre durante a ordenha. A inibição da secreção da ocitocina em resposta ao estresse e a consequente ocorrência de leite residual após a ordenha pode ser uma forma simples de avaliar a intensidade do estresse a que as vacas estão submetidas.

Tido como um dos principais critérios de avaliação do leite produzido, a qualidade vem se tornando ferramenta importante ao produtor que deseja investir na atividade. Considerando a variação da composição do leite, a legislação vigente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) determina valores mínimos de seus componentes, considerando-se leite normal, o produto que apresente:- teor de gordura: mínimo de 3,0%; - lactose: mínimo de 4,3%;- extrato seco total (soma dos percentuais de gordura, proteínas, lactose e sais minerais): mínimo de 11,5%; - extrato seco desengordurado (extrato seco total menos o teor de gordura): mínimo de 8,5%;- proteína: mínimo de 2,9g por 100ml. 

Para atingir os níveis mencionados acima e aumentar os mesmos para que os produtores obtenham maiores vantagens sobre a remuneração pela qualidade nutricional do leite, deve-se promover a adequada nutrição da vaca leiteira, pois esta afeta significativamente a produção e a proporção dos componentes do leite.

Além disso, vários outros aspectos como o fator racial, o estágio da lactação, a temperatura ambiental e as condições de estresse do animal, a perda excessiva de condição corporal, a estação do ano, a contagem de células somáticas, a mastite, a saúde geral da vaca, a manifestação de cio, a frequência e a técnica de ordenha, bem como o avanço genético no sentido de maior volume de produção na lactação, exercem um maior ou menor efeito sobre a composição do leite. 

A Homeopatia é uma grande aliada no tratamento destes desafios. Sua indicação deve ocorrer especialmente em rebanhos cujo manejo for pouco adequado (estressante) e nas situações em que existe necessidade de reforçar o sistema imune das vacas em lactação (grande incidência de mastites e alta CCS).

Trata-se de um produto que combina fortemente a Ação Drenadora com a interferência na Comunicação Bacteriana -quorum sensing – Seu uso regular aumenta o percentual de proteína no leite (comprovada experimentalmente) bem como apresenta uma forte tendência de aumentar os sólidos totais do leite. Animais tornam-se saudáveis, produzem leite de melhor qualidade com maior teor proteico e maior densidade energética por litro.

Desempenho e resposta imune de vacas leiteiras suplementadas com complexo homeopático

José Ricardo Martins da Silva, Luciene Lignani Bitencourt, Bruno Menezes Lopes de Oliveira,
Gilson Sebastião Dias Júnior5, Fernanda Lopes, Marcos Neves Pereira.

Publicado na 4° Reunião Anual da Sociedade de Zootecnia- Lavras-MG 22 a 25 julho 2008


02 Lotes com 15 vacas cada

* Significância estatística P< 0,05%

UFLA – 2006 – Prof Marcos Neves

EFEITO CONVERT H LEITE em VACAS ALTA PRODUÇÃO
Variável analisada Convert H Leite Carbonato Ca++ Micros/Vit
Leite (kg/d) 24,8 24,6
Consumo sólidos(kg/d) 17,8 17,9
Leite Prod/Cons MS 1,38 1,37
Gordura (%) 3,50 3,45
Proteína (%) 3,19* 3,09
Lactose (%) 4,63 4,66
Gordura (kg/d) 0,841 0,815
Proteína (kg/d) 0,776* 0,737
Lactose (kg/d) 1,142 1,118
Uréia (mg/dl) 15,9 15,5
 

a) Este produto pode deixar resíduo no leite? 

Não. Por se tratar de um produto natural, sua técnica de produção ultrapassa a divisibilidade da matéria, restando ao final apenas a energia do medicamento. 

b) Como posso fornecer o produto?

O fornecimento deve ocorrer diretamente na alimentação dos animais, seguindo as doses preconizadas de acordo com a categoria e divididas em dois tratos diários.

c) Quanto tempo demora a verificar os resultados?

A resposta é rápida, principalmente por melhorar o equilíbrio orgânico do rebanho, reduzindo o estresse.

d) Não tenho como separar o rebanho, posso fornecer para todas as fêmeas em lactação? 

Sim. Não existe contra indicações, por isso o produto pode ser fornecido para todas as fêmeas do lote.

e) Qual o princípio ativo contido neste produto?

Os produtos homeopáticos utilizam ingredientes do Reino Animal, Mineral e Vegetal em sua composição.

f) Posso utilizar mais de um produto numa mesma mistura?

Sim. Os produtos homeopáticos não anulam a função um do outro, ou seja, um potencializa a função do outro. Podendo ser trabalhados vários desafios em uma única alimentação. Ex: via ração podemos utilizar ate três produtos.
Ecommerce Mais Empresas